O que Fazemos

Venenos, toxinas, moléculas isoladas de diversas secreções animais, bem como seus derivados peptídicos sintéticos são utilizados com o objetivo de identificar alvos moleculares e vias de sinalização envolvidas em doenças de base inflamatória, como a osteoartrite, a artrite reumatoide, câncer e doenças neurodegenerativas. A descoberta de novos alvos e sua validação pode abrir caminhos para o desenvolvimento de novos medicamentos.

No CENTD a pesquisa é desenvolvida de forma integrada e nossas linhas de pesquisa envolvem uma equipe multidisciplinar. Aqui estimulamos o avanço da pesquisa básica e aplicada por meio do uso da bioinformática e de tecnologias de ponta.

Para isso, temos um parque de equipamentos de alta performance que viabilizam a realização de ensaios precisos e permitem a elucidação de fenômenos celulares envolvidos nas doenças inflamatórias. Um exemplo é o High-Content Screening (HCS), que além de possibilitar um screening de moléculas de forma rápida, também avalia fenótipos (em modelos pré-definidos) de forma multiparamétrica. Com este equipamento é possível, por exemplo, verificar a migração celular, que é um fenômeno extremamente importante para o entendimento e tratamento de doenças degenerativas.